Meu Perfil
BRASIL, Sul, CANOAS, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, Cinema e vídeo, Livros
MSN -



Histórico




Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Blog Infoedu


 
Educação Montessoriana




Escrito por Anna e Nati às 22h44
[] [envie esta mensagem] [ ]



Acessem o link!!!! Vídeo muito interessante....

http://www.montessoribrasil.org/napratica.html



Escrito por Anna e Nati às 19h53
[] [envie esta mensagem] [ ]



Materiais para a aquisição de Cultura

Escrita

No sistema Montessori, o tempo exigido para a aquisição da escrita, da leitura e das operações aritméticas fundamentais é reduzido a algumas semanas, graças a uma preparação indireta anterior, representada pelos exercícios com o material Sensorial.

Estes materiais – no que se respeita a escrita – fornecendo ao aprendiz, gradativamente, treino em discriminação de formas, de dimensões, de sons, de cores, de espaço, de tempo, de superfícies, assim como coordenação visual motora e orientação no traçado, oferecem as condições básicas para que um treinamento com material especifico – que vai se constituir a chamada “preparação direta” – seja possível.

Para essa “preparação direta” à escrita, três tipos de materiais são usados: os “Encaixes de Ferro” ou “Forma de Metal”, as “Letras de Lixa”, e o “Alfabeto Móvel”.

Leitura

A aprendizagem no sistema Montessori, de um certo modo, já implicada nos exercícios com o “Alfabeto Móvel”, é, não obstante, uma aquisição que vem depois da escrita. Nos exercícios de escrita a criança é levada a interpretar mecanicamente os sons das letras, compondo a palavra. Mesmo podendo o aprendiz “ler” a palavra por ele composta – para Montessori, esse exercício não pode ser considerado como leitura propriamente dita. Para ela, só se pode falar em leitura quando o aprendiz recebe a idéia transmitida pelas palavras escritas (que ele não compôs). Ou seja, entenda o que leu.

Aritmética

Assim como os materiais Sensoriais de Desenvolvimento preparam gradualmente a criança para a escrita e a leitura, preparam-na para as operações matemáticas.

Com os materiais específicos o aprendiz trabalha sempre sobre o concreto para depois, chegar às abstrações.



Escrito por Anna e Nati às 19h06
[] [envie esta mensagem] [ ]



Os materiais colocados no ambiente preparado se classificam em:


Materiais Sensoriais de Desenvolvimento

Esses materiais obterão melhores resultados se forem apresentados às crianças após terem adquirido certa concentração ao trabalharem com eles os materiais. Podem ser por exemplo os de Vida Prática.

Ao contrario desses materiais, que não obedecem a uma determinação cientifica, os materiais Sensoriais são fixados em sua quantidade e em suas qualificações, ou seja, seguem uma determinada qualidade física dos objetos, tais como cor, forma, dimensão, som, grau de aspereza, peso, temperatura, etc... Há uma graduação diferente em cada conjunto de material na qual essa diferença de objeto para objeto varia regularmente e, quanto possível, é matematicamente estabelecida.

 

São ainda características desses materiais:

•  isolar uma qualidade única;

•  possuir o controle do erro;

•  ser graduado em seus elementos;

•  ser limitado;

•  ser estético.


 

 



Escrito por Anna e Nati às 17h45
[] [envie esta mensagem] [ ]



Os materiais colocados no ambiente preparado se classificam em:

 

- Materiais para as “atividades de Vida Prática”

Dentre as atividades propostas pelo ambiente preparado, a execução de tarefas da vida cotidiana – chamadas por Montessori “atividade de Vida Prática” – constituem-se o inicio de uma longa marcha em direção às atividades muito complexas exigidas pela escola.

Aquilo que faz dos exercícios de Vida Prática, propostos por Montessori, algo novo é o objetivo a que os mesmos devem conduzir. A primeira coisa a ser observada é que, transcorrendo numa atmosfera de realidade, levem em conta, antes de tudo, uma ordenação de movimentos que antes a criança não conhecia.

O movimento é visto como um meio de aperfeiçoamento: pré-requisito de todas as aquisições comportamentais.

“...existe um especial segredo para se atingir o sucesso: é a precisão, a exatidão com que se devem realizar as ações.” (Montessori, 1957 a, p.94).

“A análise dos movimentos caminha paralelamente à economia de movimentos: não executar nenhum supérfluo é alcançar o grau de perfeição... Um movimento será tanto mais ridículo e vulgar quanto mais carregado de gestos inúteis.” (Montessori,1957 a,p.97).

 



Escrito por Anna e Nati às 17h07
[] [envie esta mensagem] [ ]



Ambiente preparado (salas)

Toddler Room Plan

Se o próprio ambiente oferece à criança oportunidades de crescer pela atividade que ele propicia, não é necessário interferir. Apenas guiá-la para que ela não mude o que é, mas cresça como é.

Sendo a criança ser em desenvolvimento, rica em possibilidades, ressalta a necessidade de condições adequadas à atualização de seu potencial. O Sistema Montessoriano consiste exatamente em atender a essas exigências para ajudar o desabrochamento da vida da criança.

Trata-se portanto, de uma pedagogia “ centrada” na criança e as condições ótimas de crescimento para ela sintetizam-se no fator educador difundido num AMBIENTE PREPARADO, vivido por um professor preparado e pela criança que se auto-constrói.

O ambiente preparado por Montessori encoraja o desenvolvimento social porque torna necessário o respeito aos objetos e à individualidade alheia. Sendo projetado de acordo com as necessidades das crianças torna-se atraente e estimulante, convidando-as a participarem de todos os tipos de atividades. Existem certas restrições e a primeira delas é que o material impõe condições ao seu uso uma vez que foi projetado com o intuito de desenvolver o autocontrole. Uma das características deste material é a de fazer a criança confrontar-se com determinados problemas para os quais ela deverá encontrar a melhor solução se quiser concluir as tarefas a que se propuser. Esta relação de fato como os objetos propicia um ajustamento interno para seu desenvolvimento.

 

O ambiente preparado tem por finalidades :

•  Favorecer a atividade da criança permitindo-a mover-se acertadamente em função de fins bem determinados e precisos;

•  Tornar a criança, nas atividades propiciadas, o mais possível independente do adulto, levando-a a adquirir auto confiança, autodomínio, e um acurado comportamento de observação;

•  Permitir que cada criança caminhe de acordo com seu próprio ritmo;

•  Proporcionar trocas de experiências entre crianças de diferentes idades.

 

Fisicamente ele se caracteriza por ser :

  •  Proporcional ao tamanho da criança (para mover-se corretamente);
  •  Limitado (evitando estímulos desnecessários);
  •  Simples (eliminando tudo que possa confundir);
  •  Modificável (favorecendo ajustes aos interesses do momento);
  •  Ordenado (local exato de cada coisa);
  •  Atraente e calmo.

 

 

 



Escrito por Anna e Nati às 16h24
[] [envie esta mensagem] [ ]



Filosofia

A Filosofia Montessoriana deve ser reconhecida por ser um começo, a busca de respostas para a educação e a vida da criança. Partindo de suas experiências e não das nossas, representa a base para a construção da educação do futuro.

Considerando as grandes possibilidades existentes na criança e a sua enorme importância para a humanidade, Montessori passou a examiná-la mais de perto, buscando um modo de contribuir para o seu desenvolvimento. Tinha uma certeza: devia ser criada uma ciência prática para ajudar esta capacidade potencial.

O fruto de suas observações a faz pioneira ao reconhecer e encontrar a expressão concreta que:

  • é agindo que a criança adquire conhecimentos;
  • através de uma ordenação de atividades de dificuldades gradativamente crescentes, a aprendizagem se estabelece com maiores possibilidades de sucesso;
  • a auto-confirmação imediata dos resultados do trabalho é garantia de uma aprendizagem eficiente;
  • intervenções indevidas dos adultos comprometem a aprendizagem;
  • cada aprendiz tem um ritmo próprio que deve ser rigorosamente respeitado;
  • certos comportamentos - particularmente o de observação - tornam aprendizagens posteriores, possíveis ou mais fáceis de serem adquiridas;
  • certas aprendizagens podem ocorrer muito mais cedo que o habitualmente previsto.

Para garantir a prática de seus pressupostos, Montessori pensa numa escola nova:
- oferece aos seus aprendizes um "ambiente preparado" com materiais de desenvolvimento de características bem definidas, permitindo à criança chegar gradualmente e de acordo com seu ritmo, à conquista de novos conhecimentos.
- com educadores e educandos desempenhando simultaneamente o papel de observadores e participantes, num contexto de relações interpessoais baseadas no respeito mútuo e confiança - com atenção especial à educação social, dando orientações para a inclusão de crianças de diferentes idades numa mesma classe. Uma comunidade que se forma no exercício do equilíbrio entre a liberdade individual e a necessidade do grupo.

Desta forma, Montessori assegura que crianças e jovens, em todos os níveis de desenvolvimento, preparem-se para participar da sociedade na qual, mais tarde, terão que encontrar seus lugares como adultos responsáveis, generosos, competentes, críticos e independentes.

Esta é a maior tarefa da Escola...

Constituir-se numa verdadeira ajuda à vida.

FONTE: http://www.omb.org.br/montessori.php



Escrito por Anna e Nati às 13h35
[] [envie esta mensagem] [ ]



Sistema


Um sistema é definido pela relação de suas partes.

Sistema

Especificamente na Educação Montessoriana, não é a filosofia ou a metodologia tratadas individualmente que nos darão a possibilidade de entendê-la. Por constituírem-se em partes, são ordenadas hierarquicamente; mesmo com fronteiras claras que protegem a função de cada uma, estão a serviço e em sintonia com o todo.

Ao contrário de outros pesquisadores educacionais, a Drª. Montessori desenvolveu um método pedagógico para colocar em prática sua filosofia.

Entendia por Auto Construção: que a formação da estrutura do ser humano seria fruto de uma força interior; que se realizaria sob a influência do meio e dos períodos de desenvolvimento. Estes períodos, de características próprias, foram por ela assim definidos:

1° Período - Do nascimento aos 6 anos
A criança realiza sua própria construção através da exploração e da absorção do ambiente que a circunda. Sua inteligência labora em função do "externo" e das relações superficiais existentes entre os objetos e suas qualidades. É um período essencialmente sensorial.

2° Período - Dos 6 aos 12 anos
Nesta fase, o jovem é capaz de relacionar os fatos à luz da razão, preocupando-se com o "como" e com o "porquê" das coisas. É a entrada no mundo da abstração.

3° Período - Dos 12 aos 18 anos
O mundo passa a interessá-lo sob um ponto de vista diferente: procura aquilo que deve fazer, ou seja, desperta para o problema das causas e dos efeitos.

Em Educação como Ciência, defendia que esta resultaria de uma pedagogia científica que fosse capaz de respeitar as leis do desenvolvimento da criança e suas fases evolutivas. E, por fim, em Educação Cósmica fazia referência ao respeito às leis estabelecidas na estreita relação entre natureza e vida e sociedade humana; reconhecendo que é a "tarefa cósmica" de cada ser, que mantém a harmonia da vida e que torna possível a evolução.

A Drª. Montessori jamais considerou sua obra concluída, ao contrário, manifestou a expectativa de vê-la continuada e acrescida... "Se a ciência começasse a estudar os homens, conseguiria não só fornecer novas técnicas para a educação das crianças e dos jovens, mas chegaria a uma compreensão profunda de muitos fenômenos humanos e sociais que estão ainda envolvidos em espantosa obscuridade. A base da reforma educativa e social, necessária aos nossos dias, deve ser construída sobre o estudo científico do homem desconhecido."

Esta seria a tarefa inevitável dos que a sucederiam... Realinhar suas propostas à luz dos eventos intelectuais, culturais e científicos subsequentes.



Escrito por Anna e Nati às 13h30
[] [envie esta mensagem] [ ]



Metodologia

 

Ao considerar as crianças um grupo social de enormes dimensões e uma verdadeira potência no mundo, Montessori por onde passou, deixou sua certeza de que era na criança que residia a esperança da construção de um mundo melhor.

Ao Homem, dizia ela, cabe a imensa tarefa de continuar em conjunto o trabalho da Criação, descobrindo com sua inteligência, as inúmeras e infinitas possibilidades que a Natureza lhe oferece, e, desta forma, recriar e proteger seu meio cultural. Com este espírito, lançou-se ao estudo científico das crianças, de sua personalidade, de seu desenvolvimento psíquico.

Descobrir a importante função da criança na formação da personalidade humana, foi antes de tudo, o resultado de uma observação cuidadosa e sistemática do comportamento infantil, em um ambiente preparado para atendê-la - um experimento científico desempenhado por uma mente científica.

Dizia não ter feito outra coisa se não estudar as crianças, acolhendo e buscando significado àquilo que lhe davam: "Sou apenas a intérprete das crianças."

Contudo, foi uma conquista de Montessori ter criado condições que permitissem às crianças manifestar suas ações de acordo com suas necessidades internas; analisou cientificamente a personalidade da criança, sua capacidade de experimentar as possibilidades de seu desenvolvimento psíquico e intelectual, a sua natureza e o período da mente absorvente. MetodologiaArgumentava que o objetivo da Educação jamais poderia ser encontrado fora da criança, ao contrário, devia ser buscado dentro dela, na força que impulsiona e sustenta todo o seu trabalho de Auto-Formação e Construção.

À Educação então, caberia a tarefa de favorecer, no seu sentido mais completo, o desenvolvimento do potencial criativo, da iniciativa, da independência, da disciplina interna e da confiança em si mesmo.

É importante lembrar que o enfoque da Educação Montessori é sempre indireto e nunca direto, ao contrário da educação tradicional. O respeito da Drª. Montessori pela formação da criança, desde a sua concepção, levaram-na ao cuidado de não interferir diretamente no seu desenvolvimento.







 



Escrito por Anna e Nati às 13h28
[] [envie esta mensagem] [ ]





Escrito por Pedagogas às 20h17
[] [envie esta mensagem] [ ]



Vídeo explicativo



Escrito por Pedagogas às 19h52
[] [envie esta mensagem] [ ]



Biografia

Maria Montessori nasceu em 1870 em Chiaravalle, no norte da Itália, filha única de um casal de classe média. Desde pequena se interessou pelas ciências e decidiu enfrentar a resistência do pai e de todos à sua volta para estudar medicina na Universidade de Roma. Direcionou a carreira para a psiquiatria e logo se interessou por crianças com retardo mental, o que mudaria sua vida e a história da educação. Ela percebeu que aqueles meninos e meninas proscritos da sociedade por serem considerados ineducáveis respondiam com rapidez e entusiasmo aos estímulos para realizar trabalhos domésticos, exercitando as habilidades motoras e experimentando autonomia. Em pouco tempo, a atividade combinada de observação prática e pesquisa acadêmica levou a médica a experiências com as crianças ditas normais. Montessori graduou-se em pedagogia, antropologia e psicologia e pôs suas idéias em prática na primeira Casa dei Bambini (Casa das crianças), aberta numa região pobre no centro de Roma. A esta se seguiram outras em diversos lugares da Itália. O sucesso das "casas" tornou Montessori uma celebridade nacional. Em 1922 o governo a nomeou inspetora-geral das escolas da Itália. Com a ascensão do regime fascista, porém, ela decidiu deixar o país em 1934. Continuou trabalhando na Espanha, no Ceilão (hoje Sri Lanka), na Índia e na Holanda, onde morreu aos 81 anos, em 1952.

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/historia/pratica-pedagogica/medica-valorizou-aluno-423141.shtml



Escrito por Pedagogas às 17h55
[] [envie esta mensagem] [ ]



"A tarefa do professor é preparar motivações para atividades culturais, num ambiente previamente organizado, e depois se abster de interferir"

Frase de Maria Montessori.



Escrito por Pedagogas às 20h40
[] [envie esta mensagem] [ ]



Olá!!

Criamos este blog para divulgar a Educação Montessoriana. Acreditamos que o método Montessori consegue obter grandes resultados no desenvolvimento humano. Trata-se de uma educação para a vida, através de nossos post você poderá obter mais informações sobre este método.

Não deixe de expor seus comentários, sugestões e críticas !!!

Com carinho,

Anna e Natália

Vamos blogar!!



Escrito por Pedagogas às 19h00
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]